Banco em carvalho

 
Um banco cheio de estilo
Banco em carvalho

Elegância intemporal e elevada estabilidade: um banco deste tipo em carvalho vai fazer resplandecer a mesa de refeições que tu próprio fizeste.

Forneça a sua própria avaliação
Forneça a sua própria avaliação
Forneça a sua própria avaliação
Forneça a sua própria avaliação
Forneça a sua própria avaliação
0 Avaliações
Muito obrigado pela sua avaliação Para usar esta função é necessário ativar os cookies.
0 Avaliações

Grau de dificuldade

Custos

Tempo necessário

Clássico, encantador e com uma beleza intemporal: o nosso banco em carvalho tem espaço para duas ou três pessoas. E se, um dia, os seus convidados discutirem sobre quem se vai sentar no melhor lugar, castigue-os sem demora – construa outro banco.

Graças ao canto de mesa, que une, ao mesmo tempo, uma perna, o tampo e os caixilhos com parafusos, o banco é estável mesmo sem as uniões de montagem difícil. Para além disso, existem outras instruções de montagem relativas a uma mesa de refeições que combina com este projeto.

As seguintes instruções de montagem foram redigidas para placas de madeira de carvalho coladas com uma espessura de 27 mm e para os cantos de mesa descritos. Se utilizar outros materiais, espessuras ou ferragens, adapte a lista de peças em conformidade.

Mande cortar as peças necessárias na loja de materiais de construção local ou num carpinteiro de limpos.

  • Easy
    Ferramentas Easy
    Quando deseja simplicidade.
  • Universal
    Ferramentas universais
    Máxima versatilidade.
  • Advanced
    Ferramentas Advanced
    Quando procura o melhor.

Ferramentas elétricas necessárias:

Auxiliares:

  • Conjunto de brocas para madeira
  • Folha de lixa, grão 120–240, esponja
  • Panos, escova
  • Metro articulado, lápis macio, borracha, apara-lápis
  • Placa residual 600 x 600 mm (p. ex., MDF)
  • Panos
  • Cola para madeira, grampos

Materiais necessários:

  • Placa de madeira colada, carvalho
  • Barrote de madeira de abeto-do-canadá
  • Suportes da base
  • Cantos
  • Dobradiças, placas de base, puxadores de móveis
  • Parafusos de cabeça escareada
  • Cera para madeira

Mostrar lista de materiais detalhada

Item

Unid.

Designação

Comprimento

Largura

Espessura

Material

0

1

Tampo

1.400 mm

400 mm

27 mm

Madeira colada de carvalho

1

8

Placas para as pernas, largas

423 mm

100 mm

27 mm

Madeira colada de carvalho

2

8

Placas para as pernas, estreitas

423 mm

46 mm

27 mm

Madeira colada de carvalho

3

16

Linguetas de união

423 mm

20 mm

4 mm

MDF

4

2

Caixilhos, compridos

1.200 mm

60 mm

27 mm

Madeira colada de carvalho

5

2

Caixilhos, curtos

200 mm

60 mm

27 mm

Madeira colada de carvalho

6

4

Cantos de mesa

125 mm

125 mm

7

Aprox. 48

Parafusos de cabeça redonda, 4 x 20 mm

1

Colar as pernas

1 - Colar as pernas
Colar as pernas Colar as pernas Colar as pernas Colar as pernas Colar as pernas

Cada uma das pernas da mesa é composta por duas placas largas e duas estreitas, que são coladas mediante uniões de ranhura e lingueta. As ranhuras são fresadas a 15 mm dos rebordos longitudinais das superfícies internas das placas largas para as pernas e, adequadas a estas, a 15 mm dos rebordos exteriores dos topos das placas estreitas para as pernas (ver desenho).

Frese as ranhuras, de modo a adequarem-se às linguetas, com uma largura de 4 mm e uma profundidade de 11 mm. Para fresar as ranhuras, fixe a placa correspondente à superfície de trabalho com grampos; utilize impreterivelmente blocos provenientes de sobras de madeira para evitar que surjam marcas de pressão feias na peça.

Ajuste a tupia com a fresa de ranhurar de 4 mm para uma profundidade de fresagem de 11 mm e frese as ranhuras com a ajuda da guia paralela, a uma distância de 15 mm do rebordo exterior. Repita este processo em todas as placas para as pernas.

Pode ser difícil mandar cortar as linguetas estreitas numa carpintaria. Neste caso, corte-as você mesmo em casa com a serra vertical. Aqui, é irrelevante que os cortes fiquem retilíneos. As linguetas (que não vão ficar visíveis) têm como função principal fixar as peças umas às outras durante a colagem e aumentar as superfícies a colar.

Primeiro, cole as linguetas às placas largas de uma perna. Para tal, aplique cola para madeira num dos lados das ranhuras e encaixe as linguetas.

A seguir, aplique cola para madeira nos topos e nas ranhuras das placas estreitas para as pernas. Una as placas estreitas para as pernas às linguetas das largas. Exerça pressão sobre as uniões com grampos, até a cola ter secado. Remova de imediato a cola que sair com um pano húmido. Proceda do mesmo modo com as restantes pernas

2

Montar as pernas, os caixilhos e o tampo

2 - Montar as pernas, os caixilhos e o tampo
Montar as pernas, os caixilhos e o tampo Montar as pernas, os caixilhos e o tampo Montar as pernas, os caixilhos e o tampo

No setor do mobiliário, caixilhos é o nome que se dá às placas de ligação dispostas na horizontal sob o tampo e entre as pernas do banco. A sua função é reforçar a estrutura. No caso do nosso banco, uma ferragem especial, o canto de mesa, serve de união fixa entre estes caixilhos, as pernas e o tampo.

Antes de mais, aperte os cantos de mesa aos cantos da perna da mesa, em cima e à face, com a aparafusadora sem fio e os parafusos de cabeça redonda 4 x 20 mm. Certifique-se de que as pernas estão sempre dispostas no mesmo sentido, isto é, p. ex., com as placas largas para as pernas viradas para o lado comprido do banco.

A seguir, una as pernas aos caixilhos usando os cantos de mesa de modo a formar uma armação: volte a apertar com a aparafusadora sem fio e os parafusos de cabeça redonda 4 x 20 mm.

Coloque agora o tampo sobre uma superfície plana limpa, com o lado de cima virado para baixo. Alinhe a armação – as pernas têm de estar viradas para cima – em relação ao tampo, de modo a que as pernas fiquem rentes aos cantos. Com a aparafusadora sem fio e parafusos de cabeça redonda 4 x 20 mm, fixe a armação sob o tampo.

Dica

O carvalho é especialmente duro. Por isso, é aconselhável abrir furos prévios na madeira com um diâmetro 1 mm inferior ao do parafuso antes de aparafusar os cantos de mesa.

3

Lixar as superfícies de madeira

3 - Lixar as superfícies de madeira
Lixar as superfícies de madeira

Para que as superfícies do tampo, dos caixilhos e das pernas fiquem num estado perfeito, deverá prepará-las antes da montagem do móvel.

Primeiro, elimine todas as arestas com uma folha de lixa de grão 120 ou 180, num ângulo de 45°, de modo a criar um pequeno chanfro. Lixe as superfícies visíveis com a lixadeira, sempre no sentido dos veios da madeira, primeiro com a folha de lixa mais grossa (120, 180) e, a seguir, com a mais fina (até 240).

A seguir, humedeça as superfícies com uma esponja para as limpar. Durante a secagem, as fibras da madeira individuais soltas levantam-se; concluído este processo, elimine-as cuidadosamente com uma folha de lixa de grão 180. Depois de removidas, a madeira encontra-se pronta para o tratamento da superfície. Dica: verifique sempre se a folha de lixa não está demasiado gasta. Isso poderia fazer com que as fibras da madeira fossem apenas pressionadas para baixo e não cortadas.

4

Encerar a superfície

4 - Encerar a superfície
Encerar a superfície

Antes de iniciar os trabalhos, leia atentamente os conselhos de processamento e de segurança do fabricante da cera. Trabalhe num espaço com boa ventilação, evitando fumar, comer e beber nesse mesmo espaço.

Aplique a cera para madeira em abundância com um sistema de pulverização e remova a cera em excesso com um pano. Respeite os tempos de secagem indicados pelo fabricante da cera.

Se pretender aplicar uma segunda demão de cera, torna-se necessário efetuar um polimento com uma folha de lixa de grão 240. Desta vez, lixe também no sentido dos veios da madeira. A seguir, volte a aplicar verniz transparente tal como descrito no parágrafo anterior. Depois de a cera ter secado, pula a superfície com uma escova macia até esta começar a brilhar.

Advertência de segurança

Depois de ter aplicado a cera, estique o pano utilizado e deixe-o secar num espaço com boa ventilação. Se ficar dobrado durante a secagem, pode aquecer até se autoinflamar!

5

Pronto!

5 - Pronto!
Pronto!



Notas legais

A Bosch não assume qualquer responsabilidade pela completude e correção das instruções utilizadas. A Bosch também avisa que estas instruções são utilizadas por sua própria conta e risco. Tome todas as medidas de segurança necessárias.


 

Assistência

Para questões sobre os nossos produtos e aplicações

:808 202 498

Segunda - Sexta: 08 - 14.00 horas


Pesquisa de agentes

 
 
 
PT
Lembrar
Adicionado aos favoritos
Comprar agora
Repor filtro
Exibir filtro
Ocultar filtro
Muito obrigado pela sua avaliação
Muito obrigado pela sua avaliação
Exibir outros projetos
Ocultar outros projetos
Ocultar variantes dos artigos
Mostrar variantes dos artigos
Fechar dica de utilização
Abrir dica de utilização
Ler o relato de experiência
Fechar relato de experiência
Ocultar lista de materiais detalhada
Mostrar lista de materiais detalhada
Lista de comparação
Produtos
Produto
Exibir outras recomendações
Ocultar outras recomendações